Por uma vida sazonal, feita com amor e coisas simples!

Something is wrong.
Instagram token error.
O aptox surgiu como um insta de decoração, onde o objetivo era compartilhar o processo de construção de um lar. Com o tempo foi natural que outros assuntos entrassem em pauta, pois o meu amor pelo universo da casa e decoração se estende também pela culinária a arte de celebrar a vida, moda e beleza sustentável, assim como a vontade de conhecer o mundo ao nosso redor. Fui percebendo então que a minha casa estava ganhando o mundo e que esse espaço precisava evoluir para algo muito maior, algo que unisse todas as minhas paixões e que pudesse me identificar no mundo como alguém único! E foi nesse contexto que entendi que nada melhor me descreve do que isso: a sazonalidade, a vida em quatro estações e toda uma gama de experiências vividas a partir da divisão do tempo em movimentos cíclicos que se repetem. Entendi que era desse jeito que queria contar minha história para o mundo.

E aqui estamos! Eu sou apaixonada pela sazonalidade. Em viver aquilo que cada estação nos oferece de melhor. Alimentos da época, cores que nos transmitem a sensação perfeita para aquele momento, experiências locais e que valorizam o espaço-tempo. Talvez você não entenda muito bem como funciona essa coisa de sazonalidade e é por isso que eu gostaria de te convidar para conhecer mais sobre essa filosofia de vida. Aqui no blog eu compartilho ela na prática, através das muitas facetas da vida em que ela se manifesta. Espero você!

refazendo o jardim para primavera
Refazendo o jardim para a primavera

Mais uma primavera chegou e com ela o aniversário de 1 ano do pequeno jardim que fiz aqui na varanda do aptox. Por isso achei que seria o momento perfeito para compartilhar o que deu certo desde então e mostrar o replante que eu fiz semana passada para manter o jardim florido no próximo ano. Vamos comigo? Vou começar confessando que a maior parte das flores que escolhi no ano […]

chá de primavera
Um chá de primavera

Existe alguma coisa de mágico nessa estação que me faz querer ler mais e ficar assim quietinha, em um certo clima de introspecção e contemplação da vida que combina perfeitamente com uma tarde de chá de primavera. Não sei se estava inspirada pelas tardes em Combray que Proust belamente descreve na sua obra “em busca do tempo perdido”, cuja qual estou atualmente lendo, mas quis fazer algo gostoso para curtir […]

625 No bloglovin 7,8K No instagram 2,5K No pinterest