19 de fevereiro de 2019

Preparados para o primeiro post de reforma do ano? Acho que 2019 nos reserva muitas surpresas e nada melhor do que começar com estampas, fazendo a nossa primeira parede de listras aqui no aptox! Sério gente, nós estamos amando! Já fazia tempo que eu queria renovar essa canto da sala (porque ela estava meio suja e a porta cinza acabou encardindo) mas nunca imaginei que ia dar uma cara tão diferente para o espaço! Acho que foi uma daquelas surpresas maravilhosas que acabam acontecendo quando a gente decide sair da nossa zona de conforto e por isso eu não podia deixar de compartilhar o processo por aqui, pois ficamos muito satisfeitos com o resultado.

Acho que fazer listras é algo que apavora muita gente. A possibilidade de ficar torto e a dificuldade em manter uma simetria em paredes que quase nunca são retas tornam esse processo um pouco complicado. E não vou mentir para você porque as fotos falam por si mesmas, tem sim várias partes da parede que ficaram tortas. Mas a verdade é que estou em um processo de muita aceitação das imperfeições da vida e uma listra ou outra torta não me fez achar o resultado menos maravilhoso! Por isso se você quiser tentar, vou dar o passo a passo que eu fiz por aqui e torcer para que você ai do outro lado consiga um resultado ainda mais bacana que o meu. Acho que vale muito tentar! ❤

Começando pelas medidas

O primeiro passo foi fazer as medidas. O nosso apê tem as paredes tortas (percebemos isso logo quando mudamos e fomos furar a primeira prateleira) então nem adiantava muito usar a régua de nível porque ia acabar dando uma impressão ainda mais torta no final. Por isso acabei fazendo o processo com uma régua comum, estabelecendo uma medida padrão de 10,5cm sob a qual fiz risquinhos ao longo de toda a parede no sentido horizontal. Repeti esse processo várias vezes, sempre deixando uma distancia de 30 cm (sentido vertical). A minha intenção com isso foi montar uma espécie de “grade”, sob a qual eu me guiei na colagem das fitas.

Duração dessa etapa: cerca de 1 hora.

Colando as fitas

Depois de tudo bem medido, fiz o processo de colagem das fitas. Sobre isso, é importante dizer que eu testei 3 modelos de fita e a única que deu certo foi a fita crepe de tamanho pequeno e com a cola não muito potente. Não recomendo usar uma fita muito forte pois na hora de descolar pode acabar levando um pedaço da parede junto (o que infelizmente aconteceu comigo, porque a pintura inicial do apê não era muito boa).

Usei as medidas de lápis me orientar e fui colando a fita de cima para baixo ao longo de toda a superfície da parede, fazendo pouca pressão até ela grudar totalmente (porque se ficar frouxo a tinta vaza pela lateral). Ao grudar na parte da frente, reforcei a parte de cima do teto com uma fita de tamanho maior para evitar borrões, assim como repeti o processo na lateral direita e esquerda.

Duração dessa etapa: cerca de 1 hora.

Fazendo a pitura

Depois de toda a preparação chegou a parte mais simples: com um bom pincel e tinta, fui pintando com muita delicadeza listra sim, listra não, tomando cuidado para não ultrapassar a marca da fita crepe. Repeti o processo dando uma segunda demão para garantir uma cor forte e espaços totalmente preenchidos.

Eu acabei não forrando o chão então tive cuidado para não deixar o pincel escorrer. Isso fez com que eu demorasse mais para finalizar a pintura, porque realmente fiz com cuidado e de forma minuciosa.

Duração dessa etapa: cerca de 3 horas.

A tinta que eu usei foi a lukspiso acrílico premium plus da lukscolor na cor preta e o custo de todos os materiais usados (incluso pincel, tinta e fita) foi de R$47,00. Importante dizer que eu comprei um galão de tinta de 3,5l mas para esse tamanho de parede, 900ml dá conta.

Retirando a fita

Esperei cerca de 4 horas para secar completamente a tinta e retirei a fita crepe de toda parede. O resultado final foi surgindo e foi só limpar a bagunça final para ver esse ambiente completamente renovado e com uma outra vibe ✨

Como podem ver o processo é simples e até rápido, em um dia você consegue renovar totalmente um canto da sua casa. Porém acho que o que pega aqui é a enorme dificuldade de se fazer listras retas, por isso que muita gente prefere colar papel de parede. Sobre isso acho que depende do seu orçamento mesmo. O papel de parede é muito mais simples de colar e o resultado final é perfeito, porém o custo chega a ser 4x o de pintar você mesmo com a tinta. Então é algo de prioridade e momento.

E para fechar, acho que ainda estou um pouco insatisfeita com a decoração desse aparador que na minha visão não combina mais com a parede (está meio poluído). Mas como não queria enrolar muito para publicar esse post, fiz as fotos como está mesmo e estou buscando lindas referências para deixar esse cantinho ainda elegante. Por isso finalizo deixando o link para a minha pasta no pinterest, onde estou reunindo essas lindas ideias!

Me despeço com um grande beijo e caso tenha qualquer dúvida não deixe de me perguntar pelos comentários! 💕 é sempre um prazer trocar ideias com você ai do outro lado 😘

Leia esses também

    trocando piso em apartamento alugado
    Trocar o piso do apartamento: a nossa experiência com a manta vinílica
    a conclusão da pequena reforma na varanda do apê
    pequena reforma na varanda do apê: o projeto
esse post trata de:

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


605 No bloglovin 7809 No instagram 863 No pinterest