reforma na varanda de apartamento alugado: planejamento
20 de outubro de 2018

Quem acompanha lá no insta sabe que na semana anterior a entrada da primavera, comecei a projetar uma pequena reforma na varanda do apartamento alugado, afinal, depois de todos esses anos, ela nunca tinha recebido muita atenção e cuidado. Acho que em partes essa inspiração súbita também veio da nossa minha para Itália (em agosto desse ano), pois me impactou muito o cuidado que os italianos tem com suas casas. E não somente por dentro sabe? Mas também por fora, com varandas sempre bem cuidadas com muitos vasos, floreiras e adornos. Percebi que tão importante quando cuidar de dentro é projetar esse carinho para fora, pois isso faz parte de construir uma cidade mais bonita.

Por isso hoje vou compartilhar a primeira etapa dessa mini-reforma, sobre como nos planejamos para fazer essa mudanças no apê, o processo de compra dos materiais e a montagem do espaço ❤

projeto varanda

1. FAZENDO O PROJETO

A primeira etapa do processo é sempre PLANEJAMENTO! Como eu gosto muito de desenhar, fiz um breve rascunho de como imaginava a varanda ideal (dentro das minhas possibilidades) e comecei a listar os materiais que seriam necessários, bem como tarefas a serem feitas. Uma coisa bacana também nessa etapa, foi a pesquisa sobre flores de fácil cultivo. Como uma das ideias principais era finalmente começar a cultivar lindas flores, pesquisamos bastante quais se encaixariam melhor no espaço e estilo de vida e fiz um pequeno guia com algumas espécies que seria boas opções para comprar. Inclusive, na minha pasta do pinterest tem muitas referências que você pode consultar também 😊

Essa etapa é fundamental para guiar o processo de compra e escolha de possíveis móveis, vasos, acessórios e etc. É importante dizer que anotei as medidas de tudo, largura da varanda, espaço livre, altura e etc… Isso junto com o desenho de perspectiva me ajudou bastante na hora de pensar a quantidade de floreiras, tamanho dos vasos e quantidades de mudas também. Então a dica para quem está pensando em fazer o mesmo é não menosprezar essa etapa, ela pode te fazer economizar bastante tempo e dinheiro ($).

 

2. INDO AS COMPRAS

Feito o planejamento é hora de ir as compras! Fui ao maior garden da cidade para ter acesso a uma maior diversidade e garantir que encontraria tudo que precisava.

projeto varanda

Chegando lá, tinha uma lista clara de itens a ser comprados, então fui bastante objetiva, para evitar compras desnecessárias.

wishlist varanda

minha lista de itens para a varanda

  1.  Ganchos e floreiras: Como eu disse acima, na Itália fiquei encantada com as floreiras penduradas nas varandas e janelas. Então foi a minha primeira prioridade e fiquei muito feliz ao encontrar vários modelos e tamanhos disponíveis para venda. Comprei 2 floreiras grandes e 1 pequena, além de vários ganchos para pendurar as ferramentas. O custo disso foi cerca de R$50,00 ao todo.
  2.  Vasos brancos: A priori, queria um vaso bastante alto e outro médio, mas chegando no local achei esses vasos tradicionais tão lindos, tão lindos que acabei mudando de ideia. Comprei um vaso médio e um pequeno, pois eram os tamanhos disponíveis na loja. Além disso, comprei os vasos para colocar o suporte da floreira (que infelizmente só tinham na cor preta, então acabei pintando). O custo de tudo foi cerca de R$130,00.
  3. Terra vegetal: Comprei 10kg de terra para replantar as mudas que escolhi. Como seriam os vasos novos + alguns que tinha em casa, considerei melhor comprar excedente do que faltar. No fim das contas deu certinho. O custo foi R$20,00.
  4.  varal de luz: Esse foi o único item comprado pela internet. A priori queria um varal de lâmpadas clássico, mas pensando que a minha varanda não tem tomada, seria bastante trabalhoso fazer isso funcionar no espaço, por isso acabei comprando um varal de pilha na tok stok que teve um efeito semelhante e acabou sendo bem mais prático. Paguei R$40,00

Agora sobre as mudas escolhidas acabei seguindo o projeto comprando margaridas e kalanchoes.

As margaridas estavam super baratinhas (R$30,00 – 20 mudas) e as kalanchoes mais ainda (R$12,00 – 4 unidades). O que acabou me  fazendo mudar de ideia na hora foram as hortênsias, lindas e soberanas chamaram a minha atenção assim que cheguei no espaço. E mesmo sendo um pouco mais caras (R$16,00 cada muda) aproveitei e levei 4. No fim gastei R$106,00 com mudas e fui embora torcendo para que desse tudo certo e as bonitas vingassem.

3. MONTAGEM E FINALIZAÇÃO

 jardim ape

Chegando em casa, logo no dia seguinte eu comecei a montagem do espaço. A primeira coisa foi pintar os vasos da floreira na cor branco ~ o que levou alguns dias para secar pois infelizmente peguei um tempo de chuva chata no fim de setembro. Dai assim que os vasos secaram eu comecei o replante. Esse foi um período muito delicado e eu confesso que fiquei muito tensa e triste por vários dias. As mudas murcharam tanto que pareciam estar mortas e eu fiquei sem saber se eu tinha feito algo errado ou se elas estavam já comprometidas.

Fiz de tudo que vocês possam imaginar para ressuscita-las. Em todos os lugares que lia falava que era sintoma de falta de água, mas eu não conseguia acreditar nessa hipótese, pois estava um clima super úmido e eu reguei várias vezes nesse processo. Para descontrair um pouco, achei até que poderia ser olho gordo, então coloquei um olho grego e toquei até uma meditação guiada para ver se elevava a frequência do ambiente – mesmo assim elas continuavam murchas 😂

leia também: a conclusão da pequena reforma do apê

Quando finalmente a mente científica bateu resolvi fazer um experimento. Cortei um galho de cada espécie e coloquei em um copo cheio de água. Fui dormir e no outro dia: PIMBA! Elas estavam ressuscitadas. Soube então que a hipótese da água era verdadeira e reguei todas as plantas sem dó, nem piedade. Sério, devo ter jogado um balde de água em cada vaso, mas depois de algumas horas o resultado apareceu, todas ficaram firmes e fortes, mais lindas do que antes.

Esse foi o motivo pelo qual demorei para compartilhar o resultado. O processo de montagem foi bastante delicado e eu levei uns bons dias achando que estava tudo perdido. Felizmente no fim deu tudo certo e o espaço está mais aconchegante do que imaginávamos. Com o varal de luz e uma vela acessa tem sido o espaço mais gostoso para se passar a noite em casa! 🌟

No fim das contas, gastei cerca de R$350,00 para fazer esse projeto. Acho importante falar de valores porque as vezes você pode estar pensando em algo parecido, mas não tem noção de preços. Sei que valores são relativos, mas fica como uma referência geral para quem estiver pensando em fazer o mesmo. Para mim foi um investimento até que baixo pelo resultado obtido. Estou satisfeita.

_______________

NO PRÓXIMO POST: vou compartilhar o resultado final e falar um pouquinho da nossa principal inspiração para a varanda do apê que não deu para comentar nesse post 😀

Desde já agradeço a sua visita e peço para que não deixe de comentar caso tenha alguma dúvida ou sugestão, esse espaço é para trocarmos boas ideias, então vou amar a sua contribuição!  ❤

leia esses também

Fazendo uma parede de listras
trocando piso em apartamento alugado
Trocar o piso do apartamento: a experiência com a manta vinílica
varanda ape pequeno
a conclusão da pequena reforma na varanda do apê
esse post trata de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comments