2 de outubro de 2018


as melhores plantas para ambientes internos
2 de outubro de 2018

Desde que começamos a planejar o aptox, as plantas tiveram papel protagonista em nosso cantinho, sobretudo pela predominância do preto e branco que buscamos equilibrar com as cores da natureza. Já são quase 3 anos cultivando várias espécies e aprendendo muito sobre o que funciona e o que não funciona em ambientes internos, por isso esse post é um apanhado de dicas sobre a minha experiência cultivando plantinhas aqui para o apê. Sei que já temos um post no blog que fala sobre algumas escolhas iniciais que fizemos, mas achei que estava na hora de fazer um mais atualizado com as novas espécies que temos cultivado nos últimos anos! 🌿


Planta Jade: A Jade ganha todos os pontos quando o assunto é plantas internas para quem tem gatos. Por ter um aspecto de suculenta, os gatos nem chegam perto e foi a única solução para compor o vaso que fica do lado do sofá que sobreviveu sem ser totalmente devorada. Ela é uma planta bem resistente, mas pode sofrer com excesso de água. Ela se dá bem em ambientes externos e cresce mais rápido com sol direto, mas fica muito mais bonita em ambientes internos, pois conserva um tom verde escuro nas folhas. Eu particularmente consegui que ela crescesse bastante a meia sombra, adubando sempre.
Cultivo há 1 ano.

Peperomia Scandens: Essa é de longe a favorita. A peperomia é tão fácil de cultivar que temos vários vasinhos pela casa com essa espécie. O meu segredo é regar sempre, pois ela se adapta melhor com umidade e se dá bem com adubo de café. O combo: bastante luminosidade (mas sem sol direto) + água + adubo vai garantir que ela cresça bastante e permaneça no tom de verde claro que é o charme dela.
Cultivo há 3 anos.

Callissia repens: Essa é uma das últimas que compramos e já estamos amando (a planta da foto). Também conhecida como tostãozinho ou planta dinheiro em penca, essa belezinha cresce fácil e é bastante resistente. Temos regado com frequência e notamos que ela se adapta melhor a maiores regas. Também se dá muito bem com adubo de café e fica linda como pendente.
Cultivo há 2 meses.

Fitônia: Essa é um clássico mal compreendido. Quem nunca matou uma fitônia? Apesar de linda é a planta mais difícil de cultivar (dessa lista) e eu demorei um pouco para pegar o jeito. No meu caso eu entendi que as fitônias se adaptam melhor em ambientes mais fechados e com muita, muita umidade. Eu estava acostumada a matar todas as fitônias até achar um cantinho na casa onde elas se deram super bem: uma prateleira meio escondida em cima do fogão. Ali ela não pega vento, não pega sol e se desenvolveu. Está crescendo bonita - desde que eu regue todos os dias. De vez em quando eu coloco ela um pouco em cima de um outro armário para pegar luz indireta. Mas nunca, nunca no sol.
Cultivo tentativas há 2 anos, e 3 meses de sucesso.

Lírio da paz: Essa é uma planta que não temos aqui atualmente porque os gatos não perdoam. Já tentamos ter várias vezes e a lilith sempre come a planta toda, uma tristeza. Acabamos desistindo. Mas coloquei na lista porque é uma opção muito boa para quem gosta de plantas com aspecto meio de flor, ou mais ornamentais. O cultivo da planta é fácil e desde que você não tenha predadores, como gatos, basta regar com frequência e manter o hábito de borrifar água nas folhas.

Chamaedora elegans: Eu amo demais essa espécie e por muitos anos tivemos aqui em casa, mas é outra que infelizmente abrimos mão pelos gatos que comiam a planta inteira. Com aspecto de palmeira, é uma excelente opção para ambientes internos e para compor uma decoração estilo tropical, só tem que estar atento à exposição ao sol, pois ela não tolera mesmo, e rapidamente tem suas folhas queimadas.

Zamioculca: Depois da peperomia, essa é o nosso maior sucesso... eita plantinha resistente e bonita! Ela se desenvolve bem na sombra e cresce sem muito esforço. Sempre que adubamos sai uns 3 ou 4 novos galhos que surgem tipo uma estaca para cima e depois desabrocham em lindas folhas desenhadas. O único problema - de novo para quem tem gatos - é que ela é muito atrativa para pets. Nossos gatos mordem todas as novas folhas da coitada, mas a gente meio que abriu mão, porque ela se adapta até a isso. Diferente dos exemplos citados acima, ela continua crescendo e se desenvolvendo mesmo com as mordidas dos gatos. Por isso eu recomendo muito essa planta para todo mundo, porque para matar uma zamioculca tem que fazer muito esforço. Para cultiva-las basta adubar de vez em quando e regar uma vez por semana.
Cultivo há 3 anos.

Jibóia: De todas essa é a mais polêmica, mas não poderia deixar de trazer para cá, pois é a minha filha mais velha. A jibóia é uma planta super fácil de cultivar, tão fácil que se você deixar uma folha dentro do copo de água ela vai crescer! Além de ficarem lindas como pendentes, tem uma folha que cresce em formato de coração que deixa qualquer espaço mais fofo. Sei que alguns não gostam pela relação mística da jibóia com a inveja - outros por ela ser venenosa, mas eu particularmente insisto. Meu segredo para deixar essa bonita sempre perfeita é borrifar as folhas com frequência de 1 a 2 vezes por dia.
Cultivo há 4 anos.

algumas dicas gerais:

  • as plantas de folhagens mais verdes geralmente se dão melhor em ambientes internos, enquanto frutiferas e flores se dão melhor em ambientes externos. 
  • mesmo que as plantas citadas demorem mais para sentir necessidade de nutrientes, a adubação continua sendo muito importante para que a planta dure muitos anos.
  • a troca de vasos é muito importante para garantir que sua planta vai crescer e se desenvolver. Não adianta comprar e manter em casa no vaso que veio da loja. A única que eu faria exceção é a jiboia, a minha está no vaso que comprei no supermercado há 7 anos e ela cresce independente disso.

____________________


Eu pretendo fazer um post sobre adubação, pois sei que muita gente tem dúvidas quanto a isso e aprender a adubar minhas plantinhas é o que tem garantido o seu crescimento ao longo de anos (principalmente agora que comecei a cultivar flores). Também não citei as suculentas, pois pretendo fazer uma postagem unicamente sobre isso também em breve! 😍 Porém por ora não podia deixar de compartilhar a minha experiência no cultivo de plantas internas pois sei que muitos de vocês amam cultivar as verdinhas e algumas dessas dicas eu realmente levei anos para aprender.

Espero que tenha sido útil! Ah, e caso tenha qualquer dúvida ou sugestão sobre o tema é só deixar nos comentários! Vou adorar saber sua opinião e trocar dicas de jardinagem com você 🌵🍀

2 comentários

  1. Adoro plantinhas!
    Dá todo um charme pro ambiente né?
    Adorei o post.
    E seu blog é lindoooo ♥

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. muito obrigada!!
    as plantas dão charme, refrescam, limpam o ambiente... são tudo de bom ♥

    ResponderExcluir

Deixe sua dúvida, sugestão ou comentário que assim que possível irei responder! Todos os comentários são moderados para evitar SPAM ♥

a vida feita com amor ❤ © 2016 - | proibida a reprodução | theme by march17 com adaptações por QRNO