24 de setembro de 2018


bolo folhado de frutas
24 de setembro de 2018

Bolo folhado é uma daquelas receitas que agradam os gregos e troianos e que com certeza vai aparentar uma complexidade de elaboração muito maior do que a realidade. Por isso é perfeita para fazer nessa primavera, em uma ocasião que exija algo mais decorado, mas ao mesmo tempo simples e super leve.


Uma coisa importante a dizer sobre essa receita é que ela é bastante equilibrada e por isso combina tanto com a primavera. Se você pensar, a mousse branca é extremamente doce, mas o tom cítrico das frutas acabam equilibrando o sabor final. De outro lado, a leveza da mousse que é aerada também complementa muito bem a massa folhada que é mais crocante e desmancha na boca. No fim das contas, tudo é bastante harmonioso e a beleza final é apenas um aditivo a enorme listas de motivos para você testar essa receita. Inclusive até substituir por um bolo de aniversário, quem sabe ~ creio que funciona bem para quem não se agrada muito dos típicos bolos de massa.


Você vai precisar de:

  • 200 ou 250 ml de chantilly para bater ou creme de leite fresco
  • 100gr de chocolate branco
  • 500 gr de massa folhada pronta
  • frutas de sua preferência (usei: uva, morango, kiwi, pera & pêssego)


Preparando a massa:

  1. Em uma superfície limpa e lisa, abra a massa folhada com um rolo na espessura de 0,5cm. (se você comprou a massa pronta, não precisa abrir com o rolo pois já está em uma espessura adequada)
  2. Corte retângulos de aproximadamente 10x25cm de massa e separe-os. (eu particularmente cortei 8 pedaços, mas você pode querer menos ou mais a depende de quantas camadas deseja no seu bolo)
  3. Em uma forma antiaderente (ou de cerâmica), pincele uma camada de manteiga no fundo da forma.
  4. Em seguida coloque os retângulos na forma, com uma margem de 2cm entre uma peça e outra para que não grudem enquanto estão assando.
  5. Leve ao forno em temperatura alta (220º) por cerca de alguns minutos até você perceber que a massa começou a ficar dourada. Quando atingir esse ponto retire.
  6. Retire os retângulos assados da forma e armazene-os em um recipiente adequado até a hora da montagem. 

Observações importantes: 
  • Preparar a massa é a parte mais difícil da receita. A minha dica é, em nenhum hipótese use uma forma que não seja antiaderente. A chance da sua massa grudar é enorme pois a massa folhada é muito delicada e na hora de tentar tira-la ela vai acabar se desintegrando. Se não tiver forma antiaderente use papel manteiga e não se esqueça de pincelar manteiga ou margarina antes de colocar a massa folhada.
  • O ponto de assar a massa folhada é muito delicado, então não faça outras tarefas enquanto aguarda esse processo, fique atento e observe. Quando começar a dourar as bordas, desligue. Se a massa assar demais ficará quebradiça e se assar pouco ficará crua. Na dúvida abra a tampa do forno e sempre use seu olhar para discernir o melhor ponto para retirar a massa.
  • Provavelmente você não conseguirá assar todos os retângulos de uma única vez. Eu mesma assei apenas dois por vez e levei cerca de meia hora para assar tudo. É um processo simples: coloque a manteiga, os retângulos e já leve ao forno. Quando estiver no ponto retire e imediatamente coloque manteiga novamente na forma, coloque também mais retângulos e leve novamente ao forno. Repita esse processo até ficar pronto. E ah, importante: talvez na primeira vez você quebre sua massa (tudo bem), acontece. Por isso é bom fazer a mais para garantir essa margem de erro.
  • É muito importante que você retire os retângulos da forma enquanto ainda estão quentes. A massa folhada fica mais dura quando esfria e depois disso será quase impossível retira-la. Tenha cuidado para retirar a massa e use uma espátula para lhe auxiliar no processo.


Preparando a mousse


  1. Bata o chantilly e deixe separado.
  2. Derreta a barra de chocolate. Eu fiz o processo em banho-maria, mas você pode derreter no microondas tomando bastante cuidado para não queimar o chocolate (faça o processo de 30 em 30 seg).
  3. Despeje o chocolate derretido enquanto ele ainda está quente dentro do chantilly previamente batido. Misture delicadamente até o chocolate incorporar totalmente no chantilly, deixando uma coloração levemente bege e uma consistência mais sólida.
  4. Coloque essa mistura dentro de um recipiente tampado e armazene em local refrigerado.

Essa é uma das parte mais fáceis da receita.  A minha dica é: um chantilly de qualidade irá dar mais consistência na mousse, então é altamente recomendado. Também tome cuidado com a incorporação do chocolate no mesmo, pois dependendo da qualidade do chantilly, se você bater demais vai ficar muito líquido e irá estragar sua receita.


Iniciando a montagem:


  1. O primeiro passo para iniciar a montagem é picar as frutas em pedaços pequenos. Para que estejam bem fresquinhas, opte por fazer essa passo um pouco antes de servir o bolo.
  2. Na travessa onde deseja montar, coloque uma camada de massa folhada. (eu usei 2 retângulos como base e seguia proporção nas demais camadas). 
  3. Em seguida cubra a massa com mousse branca, de forma que não fique exagerada nos cantos. (use uma espátula para lhe ajudar a espalhar). 
  4. Coloque camadas das frutas de sua preferência, na composição que desejar. Eu preferi separar fileiras por tipo de fruta, mas você pode preferir misturar tudo. Faça do seu agrado.
  5. Repita o processo até acabar a massa, a mousse e as frutas. No meu caso foram 4 camadas e eu fui calculando para não faltar nenhum dos ingredientes. 
  6. Se preferir use flores na decoração. Eu usei pequenas margaridas, tomando muito cuidado para retira-las na hora de consumir o bolo 😀

Importante:

Esse é um bolo mais leve e delicado, não somente pelas frutas, mas também pelo chantilly. Por isso recomendo que faça a montagem somente na hora de servi-lo. Porém se isso não for possível, faça uma pequena calda com açúcar, gelatina sem sabor e água e pincele em cima das frutas do topo para que elas não percam sua cor e brilho. Esse é um paliativo para que o bolo dure algumas horas, mas não deve ser usado de um dia para o outro. Na geladeira o chantilly exposto pode pegar gosto e as frutas perdem sua viscosidade. É uma receita para ser consumida no dia (se você deixar para o dia seguinte, saiba que o gosto não será o mesmo).



Lembre-se que devido a isso, é recomendado que você faça a massa com antecedência e a mousse. Se você deixar esses dois previamente prontos (pode ser feito até no dia anterior), a montagem do bolo é simples e não vai te tomar mais que 10 minutos.


🌼 Você pode escolher as frutas da sua  preferência! Veja uma listinha com sugestões de frutas abundantes na primavera: pera, morango, pêssego, kiwi, manga, uva, framboesa, amora, jabuticaba, acerola, caju, mamão, cereja e abacaxi.


Caso você faça esse receita, você conta para mim o que achou? Será maravilhoso ver seu feedback! 😊

Rendimento: 10 pedaços pequenos.


6 comentários

  1. nossa que delícia! amo demais bolo, fiquei com muita vontade de experimentar esse de frutas

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Meu sogro tinham pais gregos e ele é egipcio, ele ama bolo folhado e faz um que fica uma delicia! amei sua receitinha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que legal giih! :) não sabia dessa relação cultural.

      Excluir
  3. que cara mais refrescanteeee! eu acho que nunca experimentei um bolo folhado e me deu super vontade de experimentar. lia a receita já imaginando como adaptar pra vegan AUSHUAS se eu fizer vou te falar e mostrar no blog!
    Adoro esses cuidados e paciência nos preparos de uma receita, ficou lindo! Amei saber as frutas da estação tbm, já querooo s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que delícia grazi! uma versão vegana seria fantástica!!!!!!!!

      Excluir

Deixe sua dúvida, sugestão ou comentário que assim que possível irei responder! Todos os comentários são moderados para evitar SPAM ♥

a vida feita com amor ❤ © 2016 - | proibida a reprodução | theme by march17 com adaptações por QRNO